Portugal

Visitar o Mosteiro de Alcobaça

Situado no distrito de Leiria, mais precisamente em Alcobaça, o Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça, também conhecido como Real Abadia de Santa Maria de Alcobaça ou mais simplesmente como Mosteiro de Alcobaça é imperdível.
É considerado Património da Humanidade pela UNESCO desde 1989 e em 2007 foi eleito como uma das sete maravilhas de Portugal. Não pode mesmo deixar de visitar o Mosteiro de Alcobaça.

A história do Mosteiro

O mosteiro foi fundado em 1153 por ordem de D. Afonso Henriques, o primeiro rei de Portugal, para cumprir uma promessa que havia feito a São Bernardo de recuperar Santarém das mãos mouras, em 1147. Após a sua construção, o rei confiou o mosteiro e várias terras de cultivo dos arredores aos monges de Císter.

A sua construção começou em 1178, no entanto, os monges instalaram-se apenas em 1223, quando o mosteiro era um dos mais ricos e poderosos do país. Acredita-se que naquela época viviam 999 monges no mosteiro, que celebravam missas por turnos, sem interrupções.

Alguns monges passaram de agricultores ao ensino, durante o século XIII, usando grandes partes das suas propriedades para ampliar e modificar o convento segundo as tendências do momento.

O espaço

O Mosteiro de Alcobaça é composto por uma igreja e três claustros. Todos têm dimensões enormes, divididos em dois andares e várias alas. A igreja, com 100 metros de comprimento, representa o maior espaço religioso gótico em Portugal. Apresenta uma planta em forma de cruz latina e possui mais de 20 metros de altura, o que lhe confere uma beleza ímpar.

Actualmente, encontram-se aqui os túmulos de D. Pedro e D. Inês de Castro. Depois de uma história de amor trágico, D. Pedro afirma ter casado com D. Inês em segredo e assim, impôs o reconhecimento como rainha de Portugal. Em 1360, ordenou que o corpo de D. Inês fosse trasladado de Coimbra para o Mosteiro de Alcobaça. Foi lá que também mandou construir o seu túmulo, para que assim os dois pudessem descansar em paz e juntos. Nos túmulos estão representadas as cenas da História de Portugal.

Para além da igreja, destaca-se ainda o Claustro de D. Dinis. Este é um local de passagem obrigatória que dá acesso a todas as restantes salas, mas era também um local de leitura e meditação. Construído no reinado de D. Dinis, este é o único claustro medieval do mosteiro, sendo um dos mais belos do gótico português. Posteriormente, no reinado de D. Manuel I, foi-lhe acrescentado um piso superior.

Este claustro foi uma das zonas que mais gostei de visitar no mosteiro. É mesmo bonito!

Faça aqui o seu Seguro de Viagem e obtenha 5% de desconto

Um dos locais mais impressionantes do Mosteiro de Alcobaça é a cozinha e o refeitório. O centro da cozinha tem uma grande chaminé forrada com azulejos, tal como todas as paredes interiores. Ao fundo, está um tanque com água corrente que se destinava a lavagens diversas.

Ao lado da cozinha encontra-se o refeitório, que é uma construção impressionante, dadas as suas dimensões. De realçar o Púlpito do Leitor, onde um monge se encarregava diariamente da leitura sacra durante as refeições. O acesso a este púlpito faz-se através de uma pequena escada.

Já a Sala dos Reis data do século XVII e está adornada com azulejos que relatam a fundação do mosteiro e estátuas que representam os reis, realizadas pelos próprios monges.

Para além dos locais acima referidos existem outros tantos que merecem a sua visita e atenção pelos detalhes. Aconselho a levarem um folheto da planta do mosteiro, que é fornecido à entrada, para assim ser mais fácil perceber a história do local!

Horário e preços

O Mosteiro de Alcobaça encontra-se aberto de Outubro a Março, das 9h às 18h e de Abril a Setembro das 9h às 19h. Encontra-se encerrado a 1 de Janeiro, Domingo de Páscoa, 1 de Maio, 20 de Agosto e 25 de Dezembro.



Booking.com

O bilhete custa 6€, mas pode optar por comprar o Bilhete Património Mundial. Este dá acesso ao Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça, Convento de Cristo e Mosteiro de Santa Maria da Vitória (Batalha) e custa 15€, sendo válido por 7 dias.

Saiba ainda que pode visitar o Mosteiro de Alcobaça de forma gratuita todos os domingos e feriados até às 14h para todos os residentes em território nacional. Consulte aqui os preços e horários actualizados.

Outra sugestão

Relativamente perto do Mosteiro de Alcobaça encontra-se o Jardim do Amor, que também visitei no mesmo dia. Nunca tinha ouvido falar, mas segui as placas e deparei-me com uma bonita surpresa!

Trata-se de um espaço de lazer que evoca o amor imortal de Pedro e Inês. Um óptimo local para fazer juras de amor e onde vai encontrar um banco muito original – com formato de um coração.

É ainda possível comprar um kit que inclui duas chaves, um conjunto de amostras dos sabores do concelho (Ginja e Maçã de Alcobaça) e um pequeno papiro onde poderá escrever uma dedicatória, ou jura de amor, para ser colocada num dos 700 cofres embutidos nas paredes do Jardim do Amor. Muito semelhante ao que acontece em Paris.

Faça aqui o seu Seguro de Viagem e obtenha 5% de desconto

Não deixe mesmo de visitar o Mosteiro de Alcobaça. Um local incrível, tanto pela arquitectura e interior quanto pela sua história e época 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *