Portugal

Fazunchar – Festival de Arte Urbana em Figueiró dos Vinhos

A vila de Figueiró dos Vinhos foi palco, pelo segundo ano consecutivo, da (excelente) iniciativa Fazunchar – Festival de Arte Urbana. Agora, passear pelas ruas da vila tem mais encanto. A cada passo dado, a cada esquina dobrada respira-se arte e cultura! Querem saber mais sobre o Fazunchar? Então venham daí 😉

O que é o Fazunchar

A palavra ‘Fazunchar’ vem do laínte, dialecto exclusivo dos comerciantes de têxteis desta zona, e significa ‘fazer’. Este é o mote para o festival, que pretende fazer mais pela vila, pelas suas gentes e pelo interior de Portugal.

O festival Fazunchar inclui pinturas de murais, residências artísticas, concertos e filmes. Além disso conta também com workshops, acções comunitárias, visitas guiadas e conversas com os artistas. Tudo com acesso gratuito. A arte chega assim ao público nas suas mais variadas formas, para que seja entendida, apreciada e vivida por todos!

Porquê em Figueiró dos Vinhos

Tal como em qualquer outro local mais interior e esquecido de Portugal, é urgente transmitir e preservar a cultura. Assim sendo, era necessário tornar Figueiró dos Vinhos “num palco de produção artística, como foi no tempo de José Malhoa” e a “ser falada além dos incêndios”. Quem o diz é Lara Seixo Rodrigues, uma das organizadoras do evento.

Além disso, a vila tem um património muito rico, de uma beleza estonteante e de gentes amáveis que sabem receber quem por ali passa!

O evento pretende então recuperar e renovar o papel que Figueiró dos Vinhos já desempenhou a nível nacional, enquanto território inspirador e promotor da actividade artística e cultural. Fica assim cimentando o slogan do município: “Figueiró dos Vinhos – Arte Viva”.

Veja aqui todas as nossas sugestões para viajar em Portugal

A equipa de artistas deixou na vila um pouquinho de si, inspirado também nas histórias de todos os Figueiroenses. O Fazunchar está assim a ajudar a recolocar Figueiró dos Vinhos no mapa da arte e da cultura nacional. Honestamente, achamos que estão num óptimo caminho. 😃

A organização

O evento foi promovido pelo Município e apoiado pela MISTAKER MAKER – Plataforma de Intervenção Artística. O Fazunchar conta ainda com o patrocínio da SOTINCO e com um enorme conjunto de parceiros e apoios, locais e nacionais.

Integrou ainda a candidatura “Produtos Turísticos da Região de Leiria”, promovida pela CIMRL – Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria. Foi cofinanciada pelo CENTRO2020PORTUGAL 2020 e União Europeia através do fundo FEDER e apoiada pela Turismo Centro de Portugal.

Edição de 2019

A 1ª edição do Fazunchar decorreu entre os dias 24 de Agosto e 1 de Setembro de 2019 e veio assim embelezar e dar um toque único às ruas de Figueiró dos Vinhos.

Na vila foram criados murais que tiveram como fonte de inspiração o pintor naturalista José Malhoa e os seus contemporâneos. No passado, José Malhoa e Henrique Pinto usavam as telas para retratar aspectos de Figueiró dos Vinhos, eternizando-os. Actualmente, utilizam-se pinturas murais e intervenções artísticas no espaço público. Deste modo reforça-se os laços afectivos dos Figueiroenses com as suas tradições e o seu passado.

Em 2019, o festival resultou então em 47 obras realizadas: 8 murais, 9 pinturas de montras e 30 cartazes, distribuídos por 18 localizações diferentes.

Vejam mais no nosso instagram @blog.viveromundo

Foram muitos os artistas que fizeram abanar a rotina desta pacata vila. Aqui surgiram os nomes de alguns dos artistas mais promissores do panorama internacional, como o do marroquino Mohamed L’Ghacham ou do espanhol Julio Anaya Cabanding, na pintura e muralismo. A estes, juntaram-se os portugueses Aheneah, que se tem destacado pela sua técnica de bordado em ponto cruz e os Halfstudio, duo especializado em lettering. Além disso, foi Monk quem brilhou no graffiti e Nuno Sarmento desenhou num rolo a história e a sua vivência pela vila.

Pelo olhar de Rute Ferraz e Vasco Mendes, o festival ficará assim memorizado, contando com um registo fotográfico e em vídeo, respectivamente.

Trilho pedestre: do Casal de São Simão às Fragas de São Simão
Mohamed L’Ghacham
Julio Anaya Cabanding
Aheneah
Halfstudio

Além disso, o Fazunchar lançou o desafio a seis dos mais reconhecidos ilustradores portugueses para ilustrarem alguns dos trabalhos de José Malhoa. Pode-se ver pelas várias ruas do centro histórico da vila alguns trabalhos de Ana Seixas, André da Loba, André Letria, Margarida Girão, Mariana Rio e Tiago Galo.

À noite, perto de 250 pessoas assistiram aos concertos ao vivo de Noiserv e Homem em Catarse. Noites essas, que ficarão na memória de quem presenciou estas belas actuações!

Acham que é tudo? Na na! O evento tem mais para oferecer. Para além de exposições, visitas guiadas e conversas com artistas, o festival contou ainda com vários workshops. Os participantes experienciaram assim os saberes de diversas artes manuais e visuais.
Um dos workshops mais inovadores foi, por exemplo, o ‘LATA 65’. Este culminou com a execução de uma pintura mural realizada por idosos.

A evento terminou da melhor forma com um piquenique comunitário, uma tradição local tantas vezes registada por Malhoa.

A 1ª edição do Fazunchar foi um sucesso de tal ordem, que… em 2020 voltou a fazer-se arte em Figueiró dos Vinhos!

Edição de 2020

O objectivo nunca foi o de baixar os braços, mas sim trazer de novo esta festa das artes a Figueiró dos Vinhos. Face a um novo contexto e de forma segura perante a nova realidade, respeitando todas as normas sanitárias, o Fazunchar está de volta!

Foi entre os dias 15 e 23 de Agosto de 2020, que a arte voltou a fazer festa pelas ruas da vila! Este ano não houve um tema, mas os objectivos do festival mantêm-se os mesmos: reposicionar o nome de Figueiró dos Vinhos enquanto palco produtor de Arte e de Cultura.

Tal como na edição anterior contou com pinturas de murais, residências artísticas, concertos e filmes. Além disso conta também com workshops, acções comunitárias, visitas guiadas e conversas com os artistas.

Uma das grandes novidades deste ano é que as intervenções são feitas em três novas freguesias – Aguda, Arega e Campelo – além da de Figueiró dos Vinhos.

Entre os convidados desta 2.ª edição do Fazunchar surgem os nomes de alguns dos artistas mais promissores do panorama internacional, como a Helen Bur, Dimitris Taxis e Doa Oa. Outros artistas portugueses integram a programação como Tamara Alves, Adamastor, Mantraste, Draw e Contra, TheCaver e Francis.co.

Trilho pedestre: do Casal de São Simão às Fragas de São Simão
Helen Bur
Dimitris Taxis
Doa Oa
Tamara Alves
Adamastor
Mantraste
Draw e Contra
TheCaver

Tal como na edição anterior, o festival ficará registado pelo olhar de Rute Ferraz (fotografia) e Vasco Mendes (vídeo).

Uma das obras que mais chamam a atenção dos visitantes são as ‘miniaturas’ de Helen Bur. A artista inglesa retrata pessoas de costas que encontra ocasionalmente e pinta-as em locais escondidos. E em Figueiró não foi diferente, são mais de 20! Nós fizemos esta ‘caça ao tesouro’ e ficámos rendidos!

A nível musical contámos com a actuação de Surma e também os Cassete Pirata!

Uma outra novidade deste ano é que a Omnichord Records, editora de música baseada em Leiria, escolheu uma banda sonora para cada uma das peças do Fazunchar 2019. A única coisa que têm de fazer é passar o telemóvel pelo QR Code e apreciar a música.
A 2ª edição ainda agora terminou e já andamos a contar os dias para a próxima! É tão bonito ver as ruas mais coloridas, jovens e vibrantes.
Percorram as ruas da vila e fiquem a saber mais sobre a nossa história e costumes. Vão deliciar-se com a mostra de talentos dos artistas ao qual ninguém ficou indiferente!

‘Onde a arte faz a festa’ foi o lema do Fazunchar. E realmente fez mesmo! Então? De que estão à espera? 😉

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *