Marrocos

Os Souks de Marrakech

Souks de Marrakech
A palavra souk deriva do árabe e é o significado para mercados. Os souks de Marrakech estão organizados segundo os produtos comercializados, e são imensos. No entanto, nos dias que correm, é comum encontrar os mesmos produtos em vários souks.
Os souks de Marrakech localizam-se a norte e a leste da Praça Jemaa el-Fna. Este é um óptimo ponto de referência para mergulhar na imensidão dos mercados. São milhares de ruas e ruelas, cheias de lojas, onde se pode perder. E perder é mesmo o termo correcto. Mas não se assuste, é um perder óptimo. Andar sem direcção, simplesmente a apreciar o frenesim dos mercados.

De modo geral, as lojas abrem de manhã, e fecham à noitinha. Os vendedores “salivam-se” pelos turistas e garantem que ali é que há produto bom e o mais barato. Regatear é a palavra de ordem, já sabe. Por norma, os comerciantes dizem um preço inflacionado a turistas, pelo que recomendo a baixar o valor até ao preço que ache justo.
Escusado será dizer que os souks são o paraíso das compras. Difícil é sair de lá sem comprar nada. A oferta é enorme e a insistência dos vendedores pode levar-nos à exaustão.

Booking.com

A maioria dos souks são apenas pedonais, no entanto, esta regra não é levada à letra. Passo a explicar! Aqui, apenas os carros não circulam. É super comum ver burros, carroças, bicicletas e motas. Estas últimas a altas velocidades e portanto, muito normal quase nos tocarem. Circule com prudência e sempre que ouvir gritar “Balak!”, desvie-se 😉

Embora os souks tenham nomes diferentes que identificam os produtos que ali se vendem, lembre-se que as suas fronteiras são flutuantes.
Assim sendo, os souks mais emblemáticos são:
  • Souk Addadine – souk dos artigos de metal. É aqui que vai encontrar as lanternas e abajures lindos de morrer.
  • Souk Chouari – souk dos cestos feitos com fibras de palmeira e madeira.
  • Souk dos Tintureiros – souk de peles de lã e seda tingidas a secarem ao sol.
  • Souk Smata – souk dos chinelos marroquinos (babouches).
  • Souk Zrabia – souk principal de tapetes.
  • Souk Siyyaghin – souk de joalharia. Onde vai encontrar bugigangas e colares.
  • Souk El-Kebir – souk onde milhares de peles são vendidas para posteriormente serem tratadas.
  • Souk das Especiarias – localizado no Mellah, o antigo bairro judeu. Uma verdadeira explosão de cheiros.
  • Souk Cherratine – souk do couro, artesanato e obras de arte.
  • Souk Ahiak – souk de tecidos e roupas.

Tal como referi em cima, actualmente, pode encontrar-se os mesmos produtos em vários souks. Isto, deve-se principalmente ao crescente turismo. E não se admire se o comerciante for à loja do lado buscar o que você pretende. É muito comum esta prática 🤣

Veja aqui o roteiro completo de três dias em Marrakech

De modo geral, as lojas encontram-se muito bem organizadas, numa infinita paleta de cores conjugados com os mais variados aromas. Um regalo aos nossos olhos e sentidos.
Se não domina o árabe ou o francês, saiba que os marroquinos são muito bons em línguas. É muito fácil negociar com eles, nem que seja com mímica 🙂

Faça aqui o seu Seguro de Viagem e obtenha 5% de desconto
Hoje posso afirmar que os souks de Marrakech foi um dos melhores locais onde já me perdi. São autênticos labirintos, com ruas estreitas e que parecem todas iguais. São locais místicos e pode tornar-se desafiante sair de lá.

No entanto, é nos souks de Marrakech que experienciamos as mais diversas sensações. Estes mercados são uma autêntica explosão de sons, cores e cheiros, que nos fazem querer voltar, sempre.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *