Tailândia

Festival das Lanternas, na Tailândia

Sabem aqueles sonhos que temos, mas parecem bem longínquos de se concretizar? Pois bem, assistir ao Festival das Lanternas era um desses sonhos. E está só e apenas nas nossas mãos que eles se concretizem. Portanto, quando estivemos a planear a nossa viagem à Tailândia, esta era uma das experiência que não queríamos de todo perder.

Não foi fácil planear com tanta antecedência, mas conseguimos! E foi das melhores noites das nossas vidas. Mas vamos por partes! Leia o artigo até ao final para saber tudo sobre o Festival das Lanternas e um outro festival que decorre em simultâneo, o Loy Khratong.

Faça aqui o seu Seguro de Viagem e obtenha 5% de desconto
O que é o Festival das Lanternas

O Yi Peng, conhecido também como Festival das Lanternas, é um feriado especial celebrado pelo povo Lanna do norte da Tailândia. Quem nunca viu aquelas imagens de milhares de lanternas acesas que sobem na escuridão do céu? Pois bem, essas imagens são desta cerimónia.

Este festival é tão icónico pois, como o próprio nome indica, são lançadas ao céu milhares de lanternas de papel, muitas vezes com mensagens escritas, orações e desejos. As lanternas são conhecidas como Khom Loi e são feitas de pedaços finos de papel de arroz.

Libertar as lanternas simboliza deixar ir as desgraças e receber méritos, um conceito muito importante no budismo. Se a lanterna for largada correctamente e se conseguirem segui-la pelo céu até desaparecer, é sinónimo de que o desejo se vai realizar. Caso contrário é sinal de muito azar. O truque é deixar muito tempo a arder, antes de lançá-la ao céu.

Onde acontece o Festival das Lanternas

O evento acontece em todo o país, já que é uma celebração nacional para os budistas. No entanto, o local onde a celebração é mais famosa é em Chiang Mai, cidade localizada do norte da Tailândia. O motivo para a comemoração ser mais expressiva em Chiang Mai é que esta foi a antiga capital do reino Lanna e onde a sua população iniciou estas celebrações.

Nesta data, as ruas de Chiang Mai estão todas decoradas com lanternas coloridas, dando um ar ainda mais bonito e fofo à cidade. Os templos são lavados com carinho e decorados com flores. No fim da tarde muitas ruas do centro estão interditas a carros e recebem milhares de pessoas para pedirem os seus desejos! Basicamente, Chiang Mai veste-se de festa nesta altura.

Quando acontece o Festival das Lanternas

O Yi Peng acontece normalmente no mês de Novembro, numa data móvel, que coincide com a lua cheia do 12º mês do calendário lunar tailandês. Pelo que presenciámos, o festival não acontece num só dia, mas sim em dois ou três. Isto é, na noite de lua cheia e nas duas seguintes. Nós tivemos a oportunidade de estar em dois dias e reparámos que é no primeiro dia (mesmo na noite de lua cheia) que a maioria das pessoas liberta a sua lanterna e não tanto nos dias seguintes.

Como coincide numa data móvel não é fácil prever quando será efectivamente. Quando estávamos a planear a viagem tivemos isso em consideração, claro, mas não foi tarefa fácil. O nosso conselho é: se pretende mesmo estar presente neste festival, pesquise muito em vários sites. Apesar de não ser fácil prever (só em Agosto/Setembro é que se consegue saber a data certa) há sempre estimativas que não fogem muito à realidade. No nosso caso pesquisámos muito e tentámos perceber o calendário lunar, pois os sites davam-nos datas distintas.

Veja aqui como ir do aeroporto de Chiang Mai para o centro

A única solução que encontrámos foi estar presente em todas as datas que achámos possível. Assim sendo, planeámos a viagem para conseguirmos estar presentes em pelo menos uma das noites em que acontecia o Festival das Lanternas. Aterrámos em Chiang Mai precisamente no dia de lua cheia!

Como é o Festival das Lanternas

Existem duas opções para assistir o Festival das Lanternas: paga e gratuita. Vamos então desmitificar este tema apontando as vantagens e desvantagens de cada um.

Festival das Lanternas pago

Sabem aquelas fotografias que vemos das lanternas alinhadas no céu? São milhares e milhares de pontinhos luminosos que nos deixam de queixo caído? Pois bem, essas fotografias são capturadas num evento fechado (e pago) onde todas as pessoas lançam a sua lanterna em simultâneo. Normalmente essa cerimónia fechada decorre na Universidade Mae Jo e no CAD de Chiang Mai, que fica a 40 minutos da cidade, cujos bilhetes são caríssimos (entre 120€ e 300€ por pessoa) e limitados. Pode consultar aqui toda a informação detalhada.

Na nossa opinião, para além de ser muito caro, perde-se a verdadeira essência desta cerimónia. Apesar de ficar muito mais bonito e apelativo vermos as lanternas subirem no céu todas ao mesmo tempo, não há descrição possível pedirmos o nosso desejo ao lado de uma família local, tornando assim a experiência ainda mais tradicional.

Confira aqui todas as dicas para viajar para a Tailândia

Festival das Lanternas gratuito

Se optar por lançar a sua lanterna na rua, junto com a população local, saiba que nestas datas é possível comprar as lanternas a cada dois passos. Há imensa gente na rua, com imensas barraquinhas a vender. Uma lanterna custa cerca de 50 baht. Dica: analise bem a lanterna antes de comprar. A que comprámos vinha rasgada e nem demos por nada. O senhor é que reparou e veio atrás de nós e deu-nos outra.

Sendo um evento gratuito, vai ver lanternas no céu em várias partes da cidade e sem hora específica para a lançar. A partir do momento em que o sol se põe, basta olhar para o céu e vai ver sempre pontos luminosos. Cada pessoa lança a sua lanterna quando quer.

O local onde mais pessoas se reúnem, e por conseguinte há mais confusão também, é na Tha Phae Gate, na zona histórica e na ponte Saphan Nawarat. Foi na ponte que lançámos a nossa, mas esperámos até não haver tanta gente e evitar as horas de maior confusão. Podem ver o vídeo do lançamento da nossa lanterna e deste momento indescritível no nosso instagram.

O que é o Loy Krathong

Em simultâneo com o Yi Peng decorre também o Loy Krathong. Loy Krathong vem de duas palavras tailandesas: Loy significa flutuar e Krathong são jangadas. Os tailandeses criam os seus próprios krathongs com folhas de bananeira dobradas, flores exóticas, velas e incenso. De seguida, os krathongs são largados ao rio como uma oferenda à deusa da água Pra Mae Khongkha e para atrair boas energias.

Por vezes, a população local, coloca nas cestas flutuantes uma moeda para trazer sorte ou alguns fios de cabelo e aparas de unhas para deixar ir a desgraça, a raiva e a tristeza.

Comprámos um krathong numa barraquinha (custou 30 baht) e lançámos ao rio por baixo da ponte Saphan Nawarat. Outra experiência que não vai sair nunca dos nossos corações.

A nossa opinião

Sem dúvida que assistir a estes dois festivais foi um dos pontos altos da nossa viagem à Tailândia. Estava nos nossos sonhos há demasiado tempo para deixar escapar. São duas cerimónias religiosas belíssimas, com rios e céus iluminados, repletos de oferendas e de orações. Não há palavras que traduzam o que sentimos!

Cada vez mais estamos atentos para as questões ambientais e como tal certificámo-nos que não haveria impactos para o meio ambiente. As lanternas são feitas de bambu e papel de arroz, que são materiais biodegradáveis. Relativamente ao krathong também nos assegurámos que este fora feito com materiais biodegradáveis, tais como tronco de bananeira, flores e frutos. Desta forma o rio não é poluído e os animais ali presente não sofrem com isso.

Se está a planear uma viagem à Tailândia pondere ir nesta data. É muito turístico e repleto de pessoas? Sim, não podemos mentir. Principalmente na noite de lua cheia é muito complicado circular nas ruas devido à multidão. Daí nós termos aguardado algum tempo antes de lançar a nossa lanterna. Ainda assim, não podemos dizer que não valeu a pena. Já sabíamos que nesta data a cidade está cheia de pessoas, mas voltaríamos a fazer tudo de igual forma.

Dicas para assistir a estes dois festivais
  • Se chegar à cidade nesta data, tenha atenção aos horários do voo. O nosso voo de Bangkok para Chiang Mai sofreu alterações no dia anterior de forma a não coincidir com a largada das lanternas. O aeroporto adapta os horários dos voos ao da festa para segurança de todos.
  • Uma vez que nesta data a cidade recebe ainda mais turistas, aconselhamos a reservar o seu hotel com bastante antecedência. Nós ficámos alojados no The Royal Guest House. Fica muito bem localizado para assistir ao festival.
  • Saiba que nesta data os preços estão inflacionados devido à quantidade de turistas. Vá preparado para essa realidade.
  • Evite levar calçado aberto para que não ocorram acidentes, como escorrer cera.
Faça aqui o seu Seguro de Viagem e obtenha 5% de desconto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *