Itália

Roteiro: 3º dia em Roma

Roteiro: o que visitar no 3º dia em Roma

Este seria o 3º dia em Roma, e infelizmente o último. Tínhamos voo no início da tarde, pelo que decidimos visitar o Vaticano pela manhã. Apanhámos o metro de Termini até Ottaviano (Linha A).

A cidade do Vaticano é uma cidade-Estado, o menor país da Europa. É conhecido pelo centro da Igreja Católica e é uma visita obrigatória a quem visita Roma, mesmo para quem não é muito religioso.

Na cidade do Vaticano há três pontos que se destacam: a Praça de São Pedro, a Basílica de São Pedro e os Museus Vaticanos.

A Praça de São Pedro encontra-se mesmo em frente à basílica. É uma praça bastante grande que pode albergar cerca de 300.000 pessoas e é considerada uma das mais bonitas do Mundo. A nossa visita começou por lá. Queríamos visitar a basílica por dentro e é aqui que se estende a fila para entrar. Fila essa que é sempre enorme. Então dá mais do que tempo para apreciar esta belíssima praça.

Os Museus Vaticanos destacam-se a nível turístico pois é aí que se encontra a maior colecção de arte da Igreja Católica Romana. Decidimos não entrar desta vez. Talvez para a próxima 😊

Faça aqui o seu Seguro de Viagem e obtenha 5% de desconto

A Basílica de São Pedro abriga a Santa Sede e é a igreja do Papa. Como tal, é o edifício religioso mais importante. A entrada é gratuita, mas prepare-se para enfrentar a fila. Há sempre polícia na praça e o controlo para entrar é super rígido. Homens e mulheres com roupas muito curtas, ou com ombros expostos não entram, afinal é um local religioso. Tem de passar pelos seguranças e colocar os seus pertences para serem analisados pelos detectores de metais. Como costumo dizer, já vi aeroportos com menos segurança. Todo o tempo de espera na fila é recompensado assim que entramos na Basílica de São Pedro.

Quando entramos, logo à direita, está a famosa estátua Pietá, de Michelangelo. Representa Jesus morto nos braços de Maria e é a sua principal obra.

Continuando a visita, podemos ver o Túmulo do Papa João Paulo II e mais à frente a estátua de São Pedro em bronze.

Curiosidade: Segundo a tradição, as pessoas passam a mão nos pés da estátua para pedir protecção. Chegando mais de perto, podemos ver que um dos pés está mais gasto que o outro e já nem se nota a separação dos dedos.

Olhando para cima, vê a Cúpula grandiosa feita de mosaicos, também de Michelangelo. Encontra-se aqui também o Baldaquino de Bronze, de Bernini. Tem quase 30 metros de altura e é realmente bonito.

Do lado esquerdo, há uma passagem (quase) secreta. Estou a falar da Tumba dos Papas. Todos os Papas estão ali sepultados. Digo quase secreta, pois nem todos conhecem, e quando desci, realmente não vemos quase ninguém. Aqui, não são permitidas fotografias. É um local que merece todo o nosso respeito.



Booking.com

Está na hora de subir à Cúpula que tem uma vista incrível sobre a cidade. É imperdível! Só não suba se tiver fobia ou problemas de coração ou de respiração.
Da base até ao topo são 551 degraus e tem um custo de 6€. Pode optar por pagar 8€ e subir uma parte de elevador e daí subir os restantes 320 degraus até ao topo.

As escadas são em caracol e deveras apertadas, onde só passa uma pessoa. Um esforço que depois é recompensado pela vista magnífica.

Como se costuma dizer, fui a Roma e não vi o Papa. Foi uma grande falha, é certo. Mas o facto de estar nesta Basílica que tanto representa já foi óptimo!

Almoçámos num restaurante ali perto e demos uma voltinha nos arredores, neste 3º dia em Roma. Chegara a hora de regressar, com uma bagagem carregadinha de bons momentos e visitas deslumbrantes.
Fomos novamente pela empresa Terravision, da Estação Termini até ao Aeroporto de Ciampino.

Faça a sua reserva aqui:




Resumo do Dia:

  • Cidade do Vaticano: Praça de São Pedro e Basílica de São Pedro


Pode espreitar aqui o roteiro do e 2º dia em Roma 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *