Espanha Madrid

Roteiro: 1º Dia em Madrid

Roteiro : o que visitar no 1º dia em Madrid

Iniciámos o nosso 1º dia em Madrid, a pé, até à Plaza Mayor, onde se encontra a Estátua Equestre de Filipe III.

A Plaza Maior situa-se no centro da cidade. É rectangular, rodeada de todos os lados por edifícios coloridos de três pisos e restaurantes com esplanadas. As casas têm nomes históricos e a mais conhecida é a Casa de la Panaderia. Por vezes, aqui encontram-se exposições gratuitas, no entanto funciona também como o turismo da cidade que fornece mapas e os principais eventos de Madrid.

Daí, fomos até ao Mercado de San Miguel, que é bem pertinho. Esta é uma das paradas obrigatórias de qualquer turista que visita Madrid. O mercado data de 1916, com estrutura de ferro e envidraçado. Tem várias banquinhas no seu interior com comida e bebida. Pode experimentar vários pratos e acompanhar com um bom vinho. O horário do mercado é bem alargado, portanto não há desculpas para não ir: segunda a quarta-feira e domingo, 10h00-00h00; quinta-feira a sábado, 10h00-02h00.

Infelizmente estava tanta, mas tanta gente nesse dia que não conseguimos provar nada. Era impossível chegar perto das vitrinas. Mas só pelo cheirinho que vinha das mesas, pareceu-me muito bem!

Um bocadinho frustrados por não termos provado nada (admito!), seguimos caminho até ao Palácio Real pelas ruelas do centro histórico. Existe bastante comércio local, lojinhas e cafés. Um passeio bem agradável!

O Palácio Real continua a ser a residência oficial do Rei, mas actualmente só o utiliza para ocasiões de gala e recepções oficiais. Pode visitar o interior deste imponente Palácio, mas prepare-se para uma fila enorme. De segunda a quinta-feira das 16 às 18 horas (outubro a março) e das 18 às 20 horas (abril a setembro), a entrada é gratuita para cidadãos da União Europeia. Consulte aqui o preço e os horários de visita. Se não quiser esperar nas filas, pode comprar aqui os bilhetes antecipadamente.

Mesmo em frente ao Palácio Real situa-se a Catedral Almudena de Madrid. É linda por fora e por dentro e a entrada é gratuita. Não deixe de olhar para cima e deslumbrar o tecto colorido da igreja. Magnífico!

Na parte de trás do Palácio Real podemos visitar o Jardim de Sabatini. Um óptimo lugar para descansar e relaxar, em que o verde predomina, com lagos e estátuas a realçar a paisagem.

Seguimos em direcção à Plaza de España, onde se encontra a Torre de Madrid, o Edifício España (com uma peculiar fachada de tijolos vermelhos), a Casa Gallardo, e vários jardins e fontes.



Booking.com

Continuámos a nossa caminhada até ao Templo de Debod. Confesso que a caminhada é longa, mas vale mesmo a pena. É um templo egípcio, doado pelo Governo Egipto a Espanha. Achei o conceito super engraçado. Algo tão antigo, bem ali no centro da cidade. O templo super bonito, e os reflexos nos seus lagos fazem do local um encanto. A entrada é gratuita, só tem de esperar um pouco na fila.

Dizem que o pôr-do-sol no Templo Debod é um dos mais bonitos de Madrid. Como tal, decidimos visitar no final do dia. É absolutamente fantástico e a vista esplendorosa. Recomendo mesmo a visita, de preferência ao final do dia para contemplar esta maravilha.

Como a hora de jantar estava próxima, decidimos jantar nos 100 Montaditos e acabámos por passear um pouco na Gran Vía. A Gran Vía é uma das principais avenidas de Madrid onde pode encontrar lojas de várias marcas famosas, restaurantes, cafés, etc.

Faça aqui o seu Seguro de Viagem e obtenha 5% de desconto

Parámos para beber uma cerveja e relaxar um pouco num bar bem agradável.

Estávamos muito cansados após este 1º dia em Madrid, e apanhámos o metro de regresso para o Hostal Numancia, para descansar. O dia seguinte avizinhava-se ser longo 😉

Resumo do Dia:

  • Plaza Mayor
  • Mercado de San Miguel
  • Palácio Real
  • Catedral Almudena de Madrid
  • Jardim de Sabatini
  • Plaza de España
  • Templo de Debod

Pode espreitar aqui o roteiro do e 3º dia em Madrid 😉

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *